Pílula 02: Lar doce lar

Sabe aquelas inscrições do tipo ‘lar doce lar’? Então, você já se questionou sobre o significado de um lar?

As pessoas moram juntas em suas casas, mas não conseguem construir um lar. Possuem (ou não) casa na praia, no campo, sítios, apartamentos, etc… Mas falta um lar.

Um lar está infinitamente além de uma casa. Um lar diz respeito aos vínculos que são construídos por aquele grupo de pessoas. Uma casa é só um aglomerado de materiais para abrigo.

Confundir um lar com uma casa é o mesmo que confundir família com parente.

Pílula 01: Sobre os ídolos

Essa noite tive um sonho que meu amigo Freud ficaria doido para ouvir e poder ter orgasmos psicanáliticos, se é que me entende.

Havia uma cidade que cultuava a borboleta. Curiosamente eu morava nessa cidade, mas na parte alta, mais afastada. O centro era a parte baixa. Certo momento estavam cultuando o ‘dia da borboleta’ e construiram um mosaico enorme, mas era enorme mesmo. Todavia, esse mosaico veio a cair e a cidade inteira pegou fogo. (acordei).

Estou pensando na quantidade de ídolos que nós mesmos criamos e que nos destroem. Destroem a nossa vida, nossa sensibilidade. Minam nossa capacidade de refletir sobre as coisas e nos cegam totalmente. Vivemos alienados por conta de ídolos.

Já parou pra pensar nisso?